10 Frutas Raras e Exóticas que Você Encontra no Brasil

Muitas frutas são desconhecidas da maior parte da população, geralmente apenas as pessoas que vivem na região de origem ou de produção a conhecem.

O termo exótica se refere às frutas que não são originárias do Brasil, ou seja, foram trazidas para cá desde a época das grandes navegações. Algumas possuem formato, cor, cheiro e sabor bem incomum. Por não terem produção em larga escala, quando chegam ao comércio é normal possuírem preço elevado.

Desta infinidade de cores, texturas e sabores, separamos 10 frutas raras e exóticas que você pode encontrar pelo Brasil. Quantas desta lista você conhece?

#1 Cupuaçu

[Imagem]

O Cupuaçu é fruto de uma árvore originária da Amazônia, parente próxima do cacaueiro. A árvore é conhecida como cupuaçuzeiro, cupuaçueiro ou cupu.

É uma fruta extremamente saborosa típica da região norte brasileira, muito encontrada no estado do Pará e Amazonas.

#2 Bacuri

[Imagem]

O Bacuri é uma das frutas mais populares da região norte e dos estados vizinhos à região Amazônica. É mais encontrado nos estados do Pará, Maranhão e Piauí, onde é um símbolo da cidade de Teresina.

Sua fruta mede cerca de 10 cm e apresenta uma casca dura e resinosa.

#3 Pitaya

[Imagem]

Pitaya (ou pitaia) é o nome dado ao fruto de várias espécies de cactos, principalmente do Mandacarú nativo da Caatinga nordestina, sobretudo do gênero Hylocereus, mas também Selenicereus, nativas de regiões da América do Sul e também cultivadas em Israel e na China.

O termo pitaia significa fruta escamosa, também sendo chamada de fruta-dragão em outras línguas. Como a planta só floresce pela noite (com pequenas flores brancas) são também chamadas de Flor-da-Noite ou Dama da Lua.

#4 Cherimoia

[Imagem]

A Cherimoia (ou Cherimolia) é nativa da América do Sul e seu fruto é na verdade um agrupamento de frutos.

Cultivada em todo o mundo, principalmente na Argentina, Austrália, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, Israel, Peru, África do Sul e Taiwan. É comum no Chile, onde seu suco é muito apreciado em bares e restaurantes.

No Brasil, pode ser vista nos municípios situados na Serra da Mantiqueira, principalmente em Minas Gerais e São Paulo.

#5 Mangostão

[Imagem]

Nativo da região tropical do sudeste asiático, abrangendo também a maioria das ilhas da Indonésia, o Mangostão é considerado pelos habitantes desses lugares como a fruta mais saborosa do mundo: “a rainha das frutas tropicais”. Verdadeiro “manjar dos deuses”, o Mangostão foi comparado, por alguns, ao néctar e à ambrosia, alimentos do Olimpo grego.

O Mangostão tem sido produzido no Brasil na região do litoral da Bahia e no oeste do estado de São Paulo.

#6 Romã

[Imagem]

A romãzeira provém da Grécia, Síria e Chipre e também centro do Oriente Próximo, que inclui o interior da Ásia Menor, a Transcaucásia, o Irã e as terras altas do Turcomenistão.

Existem dois tipos de romãs: a vermelha, que possui uma grande quantidade de sementes e uma pequena parte carnosa, e a amarela, com um pequeno número de sementes e uma grossa parte carnosa, tipo mais comum no Brasil.

#7 Quiuí ou Kiwi

[Imagem]

O quiuí, quivi ou kiwi é originário do sul da China, país onde é declarado “fruto nacional”.

A maior parte dos kiwis vendidos no Brasil são importados de países como Chile, Nova Zelândia e Itália, embora haja produção nacional, sobretudo na Região Sul.

#8 Carambola (Fruta Estrela)

[Imagem]

A Carambola (ou fruta estrela) é o fruto da caramboleira, uma árvore ornamental de pequeno porte originária da Índia, sendo muito conhecida na China.

É considerada uma fruta de quintal, pois seu cultivo não é feito em escala, sendo produzida essencialmente em sítios, quintais, granjas e pomares de fazendas.

Aqui no Brasil é muito popular na Região Nordeste, mas é plantada em praticamente todo o território nacional.

#9 Lichia

[Imagem]

A Lichia é originária do Sul da China, encontrada principalmente na China, Índia, Madagáscar, Nepal, Bangladesh, Paquistão, sul e centro de Taiwan, a norte do Vietname, Indonésia, Tailândia, Filipinas, África do Sul e do México.

Os frutos se assemelham à morangos e são ricos em vitamina C, potássio, cálcio, fósforo e ferro. Seu interior lembra outra fruta: o Rambutão.

No Brasil, a produção da fruta concentra-se em São Paulo, seguido de Minas Gerais, Bahia e Paraná.

#10 Rambutão

[Imagem]

O Rambutão é fruto da rambutaneira, uma das frutíferas mais cultivadas nos países asiáticos, principalmente na Tailândia, Indonésia e Malásia.

Recentemente introduzido no Brasil, o Rambutão é cultivado comercialmente em alguns municípios da Bahia e do Pará, entretanto, a área total de plantio não alcança 40 hectares.

Por HypeVerde

seta_left seta_right

Quer mais conteudo sobre sustentabilidade
participe_deixando_comentarios