10 Plantas Que Purificam o Ar da Sua Casa

Passamos a maior parte de nossas vidas em ambientes fechados, cercados por várias substâncias nocivas para nossa saúde, emitidas pela tinta de nossas paredes, pelos produtos de limpeza, e até mesmo pelos odorizadores que usamos para eliminar o mau cheiro, entre outros.

O ar que respiramos dentro de casa pode ser até cinco vezes mais poluído que o ar externo, segundo um estudo da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA). Uma maneira simples de amenizar este problema é cultivando alguns tipos de plantas que ajudam a filtrar esses poluentes além de tornar os cômodos mais bonitos e aconchegantes.

Confira nossa lista de 10 plantas que purificam o ar da sua casa:

#1 Lírio da Paz (Spathiphyllum wallisii)

#1 Lírio-da-paz - Plantas que Purificam

[Imagem]

O Lírio da paz é uma das plantas mais eficientes na eliminação de gases voláteis comuns: formaldeído, benzeno e tricloroetileno. Amplamente utilizada na decoração de interiores por possuir uma beleza singular, exige pouca manutenção e multiplica-se facilmente. Mede em torno de 40 cm.

Como cuidar: Deve ser plantada em ambientes com boa iluminação indireta, pois o sol direto pode causar queimaduras e amarelar as folhas. Regue-a apenas quando o solo do vaso estiver seco, adicionando água o suficiente para torná-lo úmido, sem empoçar. Por ser uma planta de origem tropical adapta-se melhor em locais úmidos, sendo ideal borrifar água regularmente para imitar o ar úmido das florestas tropicais. Não é necessário o uso de fertilizantes para criar um lírio da paz saudável e crescente.

Atenção! As flores e as folhas do Lírio são tóxicas para o seu bichinho de estimação. Coloque-as em locais onde seu animalzinho não terá acesso, como lavanderia e banheiros. E não se esqueça de limpar as flores ou folhas que possam cair da planta.

#2 Babosa (Aloe vera)

#2 Babosa - Plantas que Purificam

[Imagem]

Uma ótima planta purificadora do ar, a babosa, elimina o formaldeído e o benzeno e indica quando o ar está poluído, pois aparecem alguns pontinhos marrons nas suas folhas. Também possui várias propriedades medicinais, sendo muito usada no alívio e tratamento de queimaduras, cicatrizante de cortes e feridas, hidratante para a pele, combatente da acne e caspa, entre muitos outros benefícios.

Como cuidar: Prefira plantá-la em um vaso largo e raso, misture um pouco de terra com areia, pois as aloés crescem melhor em um solo poroso. Coloque-a perto de janelas, onde receba maior quantidade de luz solar, e regue-a a cada 15 ou 20 dias, com pouca água e despejando diretamente sobre a terra, sem deixar o vaso transbordando.

#3 Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)

#3 Espada-de-são-jorge - Plantas que Purificam

[Imagem]

Tem a habilidade de absorver toxinas do ar como o óxido de nitrogênio e o formaldeído. A Espada de São Jorge é uma planta muito resistente por isso é ideal para jardins de baixa manutenção. Possui um crescimento um pouco lento, chegando a medir entre 70 e 90 cm.

Como cuidar: Se desenvolve melhor quando plantada em locais à meia-sombra, mas também toleram a luz do sol direto e ambientes pouco iluminados. Recomenda-se que a rega seja feita sempre que a terra do vaso estiver seca ao toque. Adube-a uma vez ao ano.

#4 Hera Inglesa (Hedera helix L.)

#4 Hera-inglesa - Plantas que Purificam

[Imagem]

Ótima filtradora do ar, a Hera Inglesa, filtra formaldeídos e reduz partículas fecais que ficam no ar, é ideal para quem tem animais de estimação que evacuam dentro de casa. É uma planta de chão, boa para cobertura e controle da erosão, muito popular em todo o mundo.

Como cuidar: Apesar de ser tolerante a geadas, procure plantá-la na primavera. Ela cresce em quase qualquer lugar. Você pode plantar a hera em canteiros, vasos, em uma parede para que ela suba ou em uma treliça. As regas devem ser regulares mas não abundantes, adapta-se melhor ao sol ou à meia sombra.

#5 Clorofito (Chlorophytum comosum)

#5 Clorofito - Plantas que Purificam

[Imagem]

Excelente purificadora de ar, combate poluentes como o monóxido de carbono, benzeno o e xileno. Originária da África do Sul, mede entre 15 e 20 cm de altura, possui flores brancas pequenas, que florescem no verão. É uma planta de fácil cultivo que exige pouca manutenção.

Como cuidar: Pode ser plantada em vasos, cestas suspensas ou jardineiras. Gosta da luminosidade intermediária. Mantenha o solo sempre úmido, mas não encharcado, pois possui raízes grossas, que reservam uma boa quantidade de água e nutrientes, tornando-a tolerante a pequenos períodos de seca.

#6 Palmeira Ráfia (Rhapis excelsa)

#6 Palmeira-ráfia - Plantas que Purificam

[Imagem]

Ótima filtradora de amônia, presente em materiais de limpeza, tecidos e tintas para cabelo, sendo uma boa opção para cozinhas e banheiros. De origem chinesa, a Palmeira ráfia, possui vários troncos finos com anéis semelhantes ao bambu, possui um crescimento lento e pode medir entre 2 a 4 m de altura.

Como cuidar: Cresce melhor em ambientes com baixa a média luminosidade. É uma planta que perde pouquíssima água, por isso, suporta muito tempo sem regas. Se você for cultivá-la dentro de casa, pode regá-la a cada 15 dias. Durante o inverno, apenas uma vez ao mês. Quando a planta está sofrendo com a falta de nutrientes, contaminação por fungos ou parasitas, aparecem manchas marrons em suas folhas.

#7 Gerbera (Gerbera jamesonii)

#7 Gerbera - Plantas que Purificam

[Imagem]

É muito boa para remover tricloroetileno e na filtragem do benzeno. Também é conhecida por melhorar o sono ao absorver o dióxido de carbono e emitir mais oxigênio durante a noite. Originárias da África do Sul, as gérberas são flores lindas, ideais para embelezar interiores. São aproximadamente 30 espécies que compõem o gênero Gérbera. Podem chegar a medir 40 centímetros de altura.

Como cuidar: Sua floração ocorre principalmente nos meses da primavera e verão. Mantenha o solo sempre úmido, mas não encharcado. Folhas murchas geralmente indicam que está faltando água. Deve ser cultivada a pleno sol, a luz abundante ajudará a planta a florir melhor. Sobrevive bem aos invernos.

#8 Dracena de Madagascar (Dracaena marginata)

#8 Dracena de madagascar - Plantas que Purificam

[Imagem]

Está entre as melhores plantas para remoção de formaldeído, tricloroetileno e xileno. De origem africana é uma planta de crescimento lento a moderado. Pode chegar a 5 metros de altura, recomenda-se a poda para deixa-la no tamanho ideal para a sua casa.

Como cuidar: Plante-a em um vaso grande e coloque em um ambiente com boa iluminação, mas que não pegue sol direto. Aconselha-se regar diariamente, mas sem encharcar o solo. Por ser uma planta tropical não tolera temperaturas muito baixas.

Atenção! Ela pode ser tóxica para os animais domésticos, por isso tome cuidado.

#9 Samambaia de Boston (Nephrolepsis exaltata bostoniensis)

#9 Samambaia de Boston - Plantas que Purificam

[Imagem]

A Samambaia de Boston atua como um umidificador natural do ar e remove poluentes como benzeno, formaldeído e xileno. Alguns estudos dizem que são capazes também de remover mercúrio e arsênico do solo. É umas das plantas ornamentais mais vendidas no Brasil.

Como cuidar: Deve ser plantada em vasos e jardineiras suspensas. A iluminação ideal para ela é a meia-sombra. Precisam de água abundante para se manter saudável, então sempre que o solo parecer seco, molhe-o. Recomenda-se em tempos secos borrifar água nas folhas, pois elas gostam de ambientes úmidos e com uma boa circulação do ar.

#10 Antúrio (Anthurium andreianum)

#10 Antúrio - Plantas que Purificam

[Imagem]

Absorve formaldeído, xileno, tolueno e principalmente a amônia presente em produtos de limpeza. Essa planta de origem colombiana é muito tradicional no paisagismo. Muitas pessoas acreditam que a estrutura cordiforme vermelha seja a flor do Antúrio, mas na verdade é uma folha modificada para chamar a atenção dos insetos polinizadores, as flores reais são na verdade os pontinhos amarelos que nascem na espiga central da inflorescência da planta.

Como cuidar: Não gostam de sol, mas preferem um local bem iluminado e ventilado. Pode adubar uma vez por semana, com um adubo líquido comum. Não é preciso adubar no inverno. Regue em abundância uma vez por semana, não deixe água no prato debaixo do vaso, isto faz com que as raízes fiquem encharcadas e apodreçam. Apesar destes cuidados, é uma planta que exige baixa manutenção.

Fontes [1][2][3][4][5][6][7][8][9]
Por HypeVerde

seta_left seta_right

Quer mais conteudo sobre sustentabilidade
participe_deixando_comentarios