Abelhas: Tudo o que você sempre quis saber

Abelhas
As abelhas, o que podemos falar sobre elas?

Abelhas são insetos voadores, conhecidos pelo seu importante papel na polinização. Pertencem à ordem Hymenoptera, da superfamília Apoidea, subgrupo Anthophila, e são parentes próximas das formigas e vespas.

Com ferrão e sem ferrão, nem todas produzem mel e tão pouco se organizam socialmente em colônias. Várias espécies tem uma vida nômade e possuem hábitos alimentares distintos.

Algumas são carnívoras e outras invadem e roubam mel das colmeias de outras espécies.

É um mundo vasto com uma estimativa de 25 mil espécies no mundo, divididas em 7 famílias biológicas.

 

Os primeiros 21 dias de uma abelha – Vídeo

Agora que chegamos até aqui, vamos falar de um assunto mais delicado. Talvez vendo uma linda abelha voando por aí, você não saiba exatamente como ela nasce, correto? Avisamos que nem sempre ela foi tão bonitinha…

 

ANATOMIA DE UMA ABELHA

Podem haver grandes variações anatômicas dependendo da espécie, mas de uma maneira geral uma abelha tem esta anatomia.

anatomia externa de uma abelha

Anatomia Interna de uma Abelha

 

Abelhas e Vespas: Diferenças

Abelhas Vespas
desenho de uma abelha desenho de uma vespa
Família
Apidae
Estimativa de 25 mil espécies
Vespidae
Entre 5 e 10 mil espécies
Corpo
Robusto e peludo Cintura fina e corpo de aparência mais brilhante
Comportamento
Normalmente só atacam ao sentirem-se ameaçadas São territoriais, de comportamento agressivo
Posição das Asas em repouso
Horizontais em relação ao corpo Verticais em relação ao corpo
Ferrão
Fica preso ao corpo da vítima após o ataque,
ocasionando a morte da abelha
Conseguem picar inúmeras vezes
sem sofrer qualquer dano

 

O Ciclo de Vida da Abelha

Ciclo de Vida das Abelhas

 

Estrutura Social da Colmeia

As abelhas são popularmente conhecidas por serem animais sociais. A maioria das habitantes da colmeia são fêmeas, sendo 1 Rainha dentre 5.000 a 100.000 Operárias e os Zangões que não chegam a 400 indivíduos.

Rainhas

Existe apenas uma por colmeia e embora as rainhas nasçam da mesma forma que as operárias e zangões, somente quando a larva é alimentada com a Geleia Real se tornará uma rainha. Podem viver entre 2 e 7 anos.

A rainha é bem maior do que as operárias e zangões e é a única fêmea fértil na colmeia, colocando uma média de incríveis 2.000 ovos por dia!

Zangões e Operárias

Enquanto as rainhas e operárias nascem a partir dos ovos fertilizados, os não fertilizados dão origem aos zangões.

A única função dos zangões é procriar com as rainhas virgens durante o voo nupcial, as operárias por sua vez assumem todas as demais funções da colmeia, desde a produção do mel, cuidar das larvas, da rainha e ainda garantir a segurança da colônia.

 

Hábitos Alimentares

As abelhas se alimentam basicamente do mel que produzem e do pólen das flores, sendo que o mel é o principal alimento. Algumas espécies solitárias podem se alimentar de óleo coletado nas flores de algumas famílias de plantas.

Embora pouco comum, existem espécies de abelhas sem ferrão que se alimentam da carne de animais mortos.

A geleia real é um alimento usado especialmente para alimentar as larvas que se tornarão futuras rainhas e a rainha regente da colmeia. É uma bomba de nutrientes e hormônios sexuais e de crescimento, por essa razão somente as abelhas rainhas ficam tão grandes e podem gerar descendentes.

 

Grandes e Pequenas

Chalicodoma Pluto (ou Abelha Gigante de Wallace)

megachile_pluto_chalicodoma_pluto
Endêmica das ilhas Moluscas, na Indonésia, as fêmeas desta espécie podem chegar a 3,9cm de comprimento!

Acreditava-se estarem extintas até sua redescoberta em 1981 por Adam C. Messer, entomologista americano. Existem poucas colônias e por isso não se sabe muito sobre seu hábitos.

Está ameaçada de extinção pela perda de seu habitat.

 

Apis dorsata laboriosa (ou Abelha Gigante do Himalaia)

apislaboriosa_maior_abelha_do_mundo_hypeverde
A segunda maior abelha do mundo pode passar dos 3cm de comprimento. Endêmica do Nepal, seu mel é considerado um dos mais valiosos que existem.

Como fazem suas colmeias em locais de difícil acesso e com alturas superiores a 70m, muitos já morreram tentando coletar o mel.

 

Leurotrigona muelleri (ou Abelha Lambe-Olhos)

abelha_lambe_olhos
Espécie sem ferrão, nativa do Brasil. Considerada a menor abelha do mundo, atinge 1,5mm de comprimento.

Embora produza mel, o processo é bem lento devido ao seu tamanho reduzido. Está ameaçada de extinção.

 

Mel

Afinal, o que é o Mel?

As abelhas produtoras de mel possuem glândulas que produzem duas enzimas, a invertase e glicose oxidase.

O mel é formado pela reação dessas substâncias com o néctar coletado das flores.

Serve como estoque de alimento para a colmeia, sendo armazenado normalmente em favos hexagonais.

Ao contrário da crença popular, nem todas as abelhas produzem ou se alimentam de mel.

Mel realmente não estraga?

Em seu estado natural, o mel tem muito açúcar e pouca concentração de água. Esse ambiente não é propício para proliferação de bactérias.

Além disso, apesar do gosto doce, o mel tem uma acidez considerada alta, com pH variando entre 3 e 4,5, o que praticamente impede o crescimento de micro-organismos.

Desde que seja evitado o acúmulo de umidade e contato com outras substâncias, o mel não estraga!

Vegetarianos, Veganos e a polêmica do mel

Imagine o cenário: Alguém se aproxima da sua casa, põem em risco a segurança de sua família, em seguida invade a casa e começa a levar suas coisas embora. Como você se sentiria?

Basicamente é este o cenário que as abelhas enfrentam quando invadimos seu espaço para coletar o mel. Muitas morrem lutando para proteger a rainha dos ladrões que estão roubando sua comida e ameaçando a colmeia.

A maioria das abelhas executa um ataque suicida, ficando com seu ferrão, saco de veneno e parte do aparelho digestivo cravado na vítima e por isso morrem em seguida. A coleta do mel é uma chacina!

Se você gosta dessas criaturinhas, não vai querer ver o sofrimento delas não é?

Fica essa reflexão pra você. 🐝

 

Porque a picada do ferrão doí tanto?

O ferrão da abelha possui uma bolsa de veneno acoplada, que mesmo após a picada, continua pulsando e injetando veneno na vítima, causando vermelhidão, inchaço e dor.

Em alguns casos e dependendo da sensibilidade da vítima, pode levar à morte.

 

Impacto do uso de agrotóxicos

Para entender o impacto dos agrotóxicos nas vidas destas pequenas polinizadoras, entenda que aproximadamente 70% dos alimentos que consumimos depende da polinização realizada por elas.

As plantas que têm flor precisam ser polinizadas para produzir sementes e sobreviver. E cerca de 2/3 da dieta dos seres humanos proveem dessas plantas. Quem faz esse trabalho são as abelhas.

Estudos apontam que nos últimos 6 anos, houve redução de 30,5% no número de colônias de abelhas. Estatística muito preocupante considerando a importância do trabalho delas para a produção de alimentos.

O Brasil sustenta o triste título de “Campeão Mundial no Uso de Agrotóxicos”. Enquanto muitos países já proibiram o uso dos tipos mais prejudiciais para elas, o Brasil segue na contramão, com uso indiscriminado e que só cresce anualmente.

Diversos estudos apontam a relação entre eles e a redução das populações de abelhas. Uma triste realidade. 🐝

 

Curiosidades

■ Durante o voo nupcial, o órgão genital do zangão fica preso no corpo da rainha e por isso ele morre.

■ As abelhas se comunicam através de toques, movimentos, sons e cheiros.

■ Durante a coleta, o enxame pode se deslocar entre 500 metros e 3 quilômetros da colônia, podendo ultrapassar esta distância em caso de escassez de alimentos.

■ As abelhas vivem em média 38 dias.

Confira os outros Artigos desta Série!

Referências [1][2][3][4][5][6][7]
Por Equipe HypeVerde